Empresa
Voltar Imprimir

Busca rápida de Gaxetas

Código DNA
Código Mercado
Modelo
Ø Interno
Ø Externo
Altura

Literatura Técnica

As gaxetas são artefatos cilíndricos, providos de um ou dois lábios flexíveis, cuja sua vedação é usada em sistemas hidráulicos ou pneumáticos.É denominada de vedador automático por sua capacidade de vedar com a própria pressão a parede do cilindro da haste ou do êmbolo. As gaxetas fazem a vedação para sistemas de alta ou baixa pressão, dependendo apenas da dureza do seu material e sua aplicação. De modo geral, as gaxetas não requerem cuidados para seu ajuste, mas quanto à montagem deve-se verificar toda a extensão entre a aresta de vedação e as regiões a serem vedadas.

Extrusão

Em sistema de altas pressões, o funcionamento dos lábios de vedação pode ficar prejudicado se ocorrer desgaste ou extrusão na base da gaxeta, ocasionado pela modificação na distribuição de pressões sob gaxetas; Altas pressões podem, ainda, ocasionar rasgos nas gaxetas. Os desgastes ou extrusão nas bases das gaxetas são eliminados através da redução de folga diametral pela utilização de um reforço na base ou de uma borracha que suporte maiores pressões. As gaxetas também admitem pequenos movimentos rotativos ou oscilantes, desde que seja projetada para tais sistemas.
Gaxetas - Figura 1

Montagem

As gaxetas de modo geral não requerem cuidados especiais para seu ajustamento, mas quanto à montagem deve-se verificar toda a extensão da área de contato entre a aresta de vedação e as regiões a serem vedadas. Verifique também o alojamento, estes itens deverão estar isentos de risco, amassamento, rebarbas ou qualquer outro tipo que venha causar danos na gaxeta e provocar vazamentos.

É aconselhável recobri-los com óleo ou graxa limpa para facilitar a montagem e manter os lábios lubrificados, principalmente para sistemas pneumáticos. Durante a montagem, se as gaxetas precisarem passar sobre roscas, furos radiais, canais, etc., será indispensável o uso de dispositivos para evitar danos nos lábios de vedação.
Gaxetas - Figura 2
Se os alojamentos não forem projetados com critérios, podem apresentar sérias dificuldades na montagem das gaxeta, como é o caso dos modelos “U” e “UR” para pequenos diâmetros e perfis robustos. Essas gaxetas exigem alojamentos que permitam sua colocação sem precisar de dobrá-las.
Gaxetas - Figura 3

Jogos de Gaxeta (Tipo Chevron)

Os jogos de gaxetas são formados por um conjunto de gaxetas “V”, e por anéis tensionadores superior e inferior, utilizados para movimentos alternativos de altas pressões, que estejam acima da capacidade de vedadores mais simples.

A pressão dos lábios das gaxetas “V” é proporcional à pressão do Fluido, uma vez que esta age diretamente nos lábios de vedação. Devido a essa característica, os jogos apresentam desgastes mínimos e vedações excelentes, quando a pressão de montagem do jogo for mínima.

A pressão de montagem é dada pela compreensão na altura do jogo, através do recurso de aperto previsto no alojamento. Esse recurso pode ser o sistema automático ou o sistema espaçador.

Nota-se que existe uma preocupação geral com as tolerâncias da altura do jogo, quando não deveria existir, uma vez que, com os recursos dos alojamentos, essa tolerância admite valores de ± 2mm.
Gaxetas - Figura 4
Prolonga-se a vida útil do jogo com o aumento de compressão de altura do jogo, à medida que as gaxetas “V” apresentem desgaste. Nos sistemas automáticos, a mola mantém as gaxetas “V” sempre comprimidas, compensando, assim, o desgaste, e melhorando a eficiência do jogo para baixas pressões.

À medida que se acrescenta gaxeta “V” ao jogo, o mesmo sofre modificações em suas características, ou seja, suporta maiores pressões, apresentando melhor vedação sob baixas pressões e aumentando o atrito.

Os jogos são recobertos com grafite para diminuir o coeficiente de atrito do sistema quando o mesmo iniciar a sua operação.

Para o setor de projetos segue uma tabela que define as dimensões e quantidades de peças por jogo em função da pressão do fluido, mas com essa tabela apresenta valores básicos, admitindo modificações, desde que com critérios.

Diâmetro

A

B

E

D

Pressões

haste

cilindro

Até 340 kg/cm²

Acima 340 kg/cm²

de      até

de       até

Nº Total
de anéis                h

Nº Total
de anéis               h

-          15

-           25

5

5

2,5

4,5

4                        14,5

5                       17,0

15        25

25         38

6,5

6,5

3

6

4                        18,5

5                       21,5

25        50

38         66

8

8

4

9

5                        29,0

6                       33,0

50        90

66       110

10

10

5

10

5                        35,0

6                       40,0

90      150

110     175

12,5

12,5

6

12

5                        42,5

6                       48,5

150    400

175     430

15

15

7,5

13

5                        50,5

6                       58,0

400    600

430     640

20

20

10

19

6                        79,0

7                       89,0

600    900

640     940

20

20

10

19

7                        89,0

8                       99,0

900       -

940       -

25

25

12,5

20

8                      120,0

9                     132,5

Tabela para definições de jogos
Gaxetas - Figura 5

Montagem

Os jogos são montados com lábios de vedação das gaxetas “V” voltados para os fluidos a ser vedado. O grafite que recobrem os jogos facilitam na sua montagem.

Em certos sistemas, para facilitar a montagem, as peças dos jogos são cortadas com chanfro de 45° e montadas com corte defasado de 180° ou 90°. Da mesma maneira que nos vedadores anteriores, as rebarbas, partículas abrasivas, etc. danificam os lábios das gaxetas “V”.

Nos sistemas onde exista alojamento e que o jogo selecionado esteja com altura maior ou menor que a do alojamento, acrescenta-se ou diminui-se a quantidade de gaxetas “V” até atingir a pressão de montagem necessária.